Rapariga da Quinta Colheita Seleccionada 2016

Quantidade disponível em estoque: 67


"Os 12 meses em madeira deram a este vinho um brilho bonito. Abaixo estão camadas maduras de frutos silvestres e um caráter suculento que é rico, acessível agora e perfumado no final. Beba este bom vinho agora.""

90 Pts Wine Enthusiast

De: R$89,00

Por: R$79,00

3x sem juros R$26,33

Cálculo do Frete

O preço pode variar um pouco dependendo do valor da compra ou do tamanho do pedido.

Informe seu CEP para calcular o valor da entrega.

Frete Grátis em pedidos com valor acima de R$300 para as regiões Sul e Sudeste

Região
Região
Alentejo, Portugal
Uva
Tipo de Uva
Blend / Corte
Maturação
País
12 meses em barricas
Alcóol
Teor Alcoolico
14%
Harmonização
Harmonização
Boa opção para acompanhar petiscos, pizzas, hambúrguer, carnes vermelhas e massas com molho intenso.
Pontuação
Pontuação
90
WE
Queremos saber sua opinião

Apenas usuários registrados podem comentar. Por favor, identifique-se ou cadastre-se

Informação Adicional
Descrição Luís Duarte faz parte da primeira turma de graduação em enologia da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro – curso criado em 1989 –, integrando, por isso, uma geração pioneira de enólogos portugueses. Sua ascensão foi meteórica. Recém-formado, aos 21 anos, juntou-se à equipe que arquitetou o projeto da Herdade do Esporão, no Alentejo, chamando a atenção pelo enorme talento. No início dos anos 2000 passou a atuar também como enólogo-consultor nessa região que despontava para o olimpo dos vinhos lusos. Ajudou a conceber os tintos e brancos da Quinta do Mouro e da Herdade da Malhadinha Nova e, desde 2002, acumula a função de diretor-geral da Herdade dos Grous. Aclamado várias vezes como um dos melhores enólogos de Portugal – no concurso Melhores do Ano 2014 da Revista Wine-Essência do Vinho, mereceu o título “Enólogo do Ano”, o qual já havia conquistado duas vezes no prêmio da Revista de Vinhos (em 1997 e 2007), além de ter sido nomeado, em 2010, para o prêmio Melhor Enólogo do Mundo da revista alemã “Der Feinschemecker” –, Luís Duarte também investiu em um projeto próprio, o Rapariga da Quinta – uma proposta lançada por seu importador no Brasil. Há pouco mais de uma década, a partir dos vinhedos ao redor de sua casa, eram colhidas as uvas para compor o primeiro Rapariga da Quinta Colheita (safra 2004), que em pouco tempo se consagrou como um excelente “best buy” pela imprensa especializada. Este vinho é frequentemente classificado pelos críticos como uma “boa compra”. Mescla as uvas Aragonez, Trincadeira e Cabernet Sauvignon, que fazem a fermentação alcoólica em cubas de aço inoxidável com temperatura controlada. Em seguida, o vinho matura por 12 meses em barricas usadas de 300 litros de carvalho francês
Preço R$89,00
Tipo de Vinho Tinto
Tipo de Uva Blend / Corte
Safra 2016
Pontuação 90 Pontos
Países ou Regiões Portugal
Teor Alcoólico 14%

Descrição do Produto

Luís Duarte faz parte da primeira turma de graduação em enologia da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro – curso criado em 1989 –, integrando, por isso, uma geração pioneira de enólogos portugueses. Sua ascensão foi meteórica. Recém-formado, aos 21 anos, juntou-se à equipe que arquitetou o projeto da Herdade do Esporão, no Alentejo, chamando a atenção pelo enorme talento. No início dos anos 2000 passou a atuar também como enólogo-consultor nessa região que despontava para o olimpo dos vinhos lusos. Ajudou a conceber os tintos e brancos da Quinta do Mouro e da Herdade da Malhadinha Nova e, desde 2002, acumula a função de diretor-geral da Herdade dos Grous.

Aclamado várias vezes como um dos melhores enólogos de Portugal – no concurso Melhores do Ano 2014 da Revista Wine-Essência do Vinho, mereceu o título “Enólogo do Ano”, o qual já havia conquistado duas vezes no prêmio da Revista de Vinhos (em 1997 e 2007), além de ter sido nomeado, em 2010, para o prêmio Melhor Enólogo do Mundo da revista alemã “Der Feinschemecker” –, Luís Duarte também investiu em um projeto próprio, o Rapariga da Quinta – uma proposta lançada por seu importador no Brasil. Há pouco mais de uma década, a partir dos vinhedos ao redor de sua casa, eram colhidas as uvas para compor o primeiro Rapariga da Quinta Colheita (safra 2004), que em pouco tempo se consagrou como um excelente “best buy” pela imprensa especializada.

Este vinho é frequentemente classificado pelos críticos como uma “boa compra”. Mescla as uvas Aragonez, Trincadeira e Cabernet Sauvignon, que fazem a fermentação alcoólica em cubas de aço inoxidável com temperatura controlada. Em seguida, o vinho matura por 12 meses em barricas usadas de 300 litros de carvalho francês