Blog

Pêra Manca: O que torna esse vinho da Cartuxa tão especial?

O Pêra-Manca é um dos vinhos Portugueses de maior sucesso no Brasil. O Famoso vinho da Fundação Eugénio de Almeida, especificamente na Adega Cartuxa, realmente caiu no gosto dos brasileiros. O Vinho também é sucesso em Portugal e Angola, mas nada se compara ao seu sucesso no Brasil. De acordo com estudos recentes, o Pêra Manca tinto é tão famoso quanto o Barca Velha ou Periquita.

Quando paramos para pensar no Pêra-Manca tinto, logo imaginamos que se trata de um clássico vinho de uma longa jornada. Mas não, a primeira safra do Cartuxa Pêra Manca foi colhida apenas em 1990. E é isso que o torna um vinho tinto tão especial, por ter conquistado um espaço tão grande em apenas 27 anos e 14 colheitas em sua jornada (1990, 1991, 1994, 1995, 1997, 1998, 2001, 2003, 2005, 2007, 2008, 2010, 2011 e 2013).

A qualidade não é o fator principal do seu sucesso. O vinho poderia ganhar ou perder em uma prova às cegas com outros vinhos do Alentejo. Apesar disso, a marca segue firme, forte e cada vez mais reconhecida.

Pêra Manca: Onde e Como é Sua produção

O Pêra-Manca é produzido pela Fundação Eugênio de Almeida, mais especificamente por seu principal ativo, a Adega Cartuxa, que é uma instituição com fins filantrópicos do Alentejo, mais especificamente em Évora, região do centro-sul de Portugal. A Fundação foi criada em 1963, mas só lançou o vinho em 1990.

Desde a primeira colheita, o vinho é feito a partir de um blend das uvas Trincadeira (Responsável principalmente pela acidez) e a uva Aragonez (Responsável principalmente por dar estrutura ao vinho). A quantidade de cada uva varia de acordo com o ano, mas é, quase sempre, a mesma. As duas castas são colhidas no pomar e depois fermentadas separadamente, passando por outras fases também separadamente, até o momento do lote final.

A produção normal do Pêra-Manca já é bem enxuta e não ultrapassa 30 mil garrafas. A colheita de 2013 foi a mais reduzida de todas, contando com apenas 19 mil garrafas. Cerca de um terço dessas garrafas vem diretamente para o Brasil.

Um pouco sobre a Adega Cartuxa

A Adega Cartuxa está localizada na Herdade de Pinheiros. É pra lá que a totalidade das uvas produzidas pela Fundação Eugênio de Almeida vão. Com tecnologia de ponta, a adega produz cerca de três milhões de garrafas, distribuídas entre vinhos tintos, brancos e rosés das marcas: Pêra-Manca, Scala Coeli, Cartuxa, Foral de Évora e EA. além do espumante Cartuxa. Basicamente todos encontrados facilmente no Brasil.

Os tipos de Pêra-Manca

Há dois tipos de Pêra-Manca, o Tinto e o Branco. O Pêra-Manca tinto está atualmente na safra 2014. Trata-se de um tinto de cor vermelho granada bem vivo e denso, com notas intensas de fruta madura, especiarias e um suave tostado. Na boca, mostra fruta profunda, muito denso e concentrado, com bastante estrutura, além de taninos firmes e elegantes. De acidez equilibrada e frescor elevado, surge concentrado e complexo, terminando com notas balsâmicas suaves conjugadas com um grudado denso e envolvente. Está muito bem classificado no site e aplicativo Vivino, com 4.5 Pontos.

O Pêra-Manca branco, atualmente na safra 2016, traz um vinho de cor amarela clara, com reflexos dourados brilhantes. Aromas frutados intensos, com notas fortes de minerais, pêssego, banana madura, carvalho, mel e manteiga. Um vinho branco de corpo médio e boa acidez, é também muito fresco, suave e elegante, representando também em seu sabor, alguns dos aromas citados. Tem um final de gosto persistente. O Pêra Manca Branco 2016 também não faz feio no site e aplicativo Vivino, além do selo “Vivino Wine Style Awards”, está classificado com 4.6 Pontos.

Onde Comprar o Pêra Manca e Outros Vinhos Adega Cartuxa.

A FineWines é uma empresa que trabalha apenas com vinhos premiados em seu portfólio. O Pêra Manca e outros vinhos não poderiam ficar de fora dessa lista. Confira alguns dos vinhos da vinícola em nosso portfólio:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *